Blog Dicas sobre fitness

Lanchonete na sua academia? Será que vale a pena?

Lanchonete na sua academia? Será que vale a pena?

05 de Fevereiro de 2019

Muitas academias estão inovando e buscando se diferenciar frente a concorrência oferecendo produtos e serviços complementares, além das modalidades de atividades físicas. Um exemplo disso é a abertura de uma lanchonete no espaço. Mas será que essa é uma boa estratégia?


Quais as vantagens?

As vantagens de abrir uma lanchonete dentro da academia são inegáveis: todos os alunos sabem que é importante se alimentar antes de malhar e, depois do exercício, sentem fome e a necessidade de repor as energias. As atividades físicas fazem parte de uma rotina muito tumultuada para a maior parte das pessoas, então, ter como se alimentar no próprio local é uma praticidade muito bem-vinda.

Além disso, quem se exercita regularmente costuma se preocupar com a qualidade da alimentação, para potencializar os resultados. Assim, se a academia oferecer opções que se adéquem a essa demanda, melhor ainda.

No entanto, para que essa estratégia realmente funcione e traga o retorno esperado, são necessários alguns cuidados.


Como fazer?

O primeiro cuidado a ser tomado antes de abrir uma lanchonete é estabelecer o seguinte: ela ficará dentro da academia, atendendo apenas os alunos, ou terá uma entrada independente para receber também clientes de fora?

Isso vai influenciar em todo o planejamento do negócio, pois caso você escolha a segunda opção, terá um público mais diversificado para atender.

O sucesso desse negócio também vai depender do que será oferecido nessa lanchonete. É essencial ter um nutricionista responsável pelo cardápio e ter opções como: sanduíches naturais, sucos, vitaminas, salada de frutas, tapioca, omelete e outros pratos verdadeiramente saudáveis que façam parte da rotina de quem se exercita. Uma ideia é oferecer até o famoso whey, para quem tem algum compromisso depois da academia e não levou o suplemento de casa, por exemplo.

Ainda sobre o cardápio, você pode incluir refeições mais completas e sobremesas funcionais, para quem quer saborear um docinho sem sair da dieta. Também é importante fornecer de forma clara a quantidade de calorias e as demais informações nutricionais de cada alimento, já que os clientes provavelmente terão uma preocupação nesse sentido.

Mas tudo isso vai depender das necessidades do seu público. Será que eles estão interessados em poder almoçar na própria academia ou apenas em lanches mais rápidos para comprar e levar para casa? Isso você só vai descobrir consultando os próprios alunos para saber o que eles esperariam da sua lanchonete.

A vantagem de ter uma cantina que atenda apenas o público da própria academia é que você tem acesso muito fácil aos clientes em potencial para fazer essa pesquisa.

E há outras opções?

Se você deseja abrir um segundo negócio dentro da sua academia, mas ainda está avaliando as possibilidades, saiba que existem várias opções. Uma loja de suplementos pode ser viável, já que existe uma demanda, ou então uma loja de moda fitness.

Quem pode investir mais e deseja ir além, pode pensar em abrir um centro estético com serviços que potencializem os resultados da malhação, como drenagem linfática, massagem modeladora, power shape e até o próprio acompanhamento nutricional.

Independentemente da sua escolha, estude o mercado e invista tempo no planejamento do negócio. Há inúmeras oportunidades!